6 DE JUNHO DE 1944 – D-DAY POR ROBERT CAPA

Tempo de leitura: 2 minutos

 

Como um grande entusiasta de guerra e fotógrafo hoje, dia 6 de junho, eu não poderia deixar de lembrar e enaltecer um dos grandes mestres da fotografia mundial, Endre Ernő Friedmann mais conhecido como Robert Capa.

A exatos  72 anos era iniciado o grande ataque dos aliados às forças alemãs na segunda guerra mundial e Robert Capa desembarcou junto aos soldados americanos na praia de Omaha que fica na costa da Normandia, território francês, ocupado pelas forças alemãs e ponto estratégico dos aliados para a invasão chamada de Operação Overlord.
Capa documentou todo o acontecido de dentro da ação, o que faz jus a sua frase mais famosa:“If your pictures aren’t good enough, you aren’t close enough.” – Se suas fotos não são boas o suficiente, é por que você não está perto o suficiente.

Trabalhando para a revista Life , fotojornalista Robert Capa juntou milhares de homens armados colocando sua vida em risco em 06 de junho de 1944 .
Sua tarefa era retratar as tropas americanas como eles desembarcaram em uma seção do litoral da Normandia codinome Omaha Beach.

Capa desembarcou com a primeira onda de tropas nas primeiras horas da manhã.
O húngaro que viveu por algum tempo na França no início de sua carreira, escreveu sobre a chegada dramática no seu livro de memórias de nome “Slightly Out of Focus” – ligeiramente fora de foco .
“Minha bela França parecia sórdida e não acolhedora, e uma metralhadora alemã, cuspindo balas pela embarcação, estragou completamente o meu retorno. Água pela cintura, com rifles prontos para atirar, com os obstáculos da invasão e a praia esfumaçada como plano de fundo- parecia bom suficiente para o fotógrafo”
– Robert Capa – Slightly Out of Focus

O que sabemos agora é que Capa estava experimentando um dos desembarques mais perigosos do D-Day. As primeiras estimativas são 2.000 baixas norte-americanas.

” A maré estava subindo e agora a água chegou a carta de despedida a minha família no meu bolso ”

Enquanto tentava chegar à costa , Capa contou como ele foi forçado a se esconder atrás de um tanque de ” meio queimado ” , vaguear entre os corpos flutuantes para mais algumas fotos antes de sua foto final ” salto ” para a costa.
“Eu terminei as minhas imagens , e o mar estava frio em minhas calças . Relutantemente, eu tentei me afastar do meu poste de aço , mas as balas perseguiam-me para trás todas as vezes”.
– Robert Capa – Slightly Out of Focus

Enquanto seu trabalho se estendeu muito além da faixa de praia da Normandia , as fotografias de D-Day permanecem talvez sendo seu mais célebre trabalho.

Essas fotos estão entre as primeiras imagens para documentar a verdadeira natureza da guerra mostrando a verdadeira brutalidade crua e a confusão dos desembarques que culminaram com a libertação da Europa do terror nazista.

Capa morreu na Guerra da Indochina, em 25 de maio de 1954, ao pisar uma mina terrestre. Seu corpo foi encontrado com as pernas dilaceradas. A câmera permanecia entre suas mãos.
Conheça mais do trabalho de Robert Capa: Magnum Photos

Image Credit: Magnum Photos

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *